domingo, 6 de junho de 2021

O tigre pintado matador de pessoas - Relato dos primórdios de Santo Cristo/RS

No mês de maio de 1905, estava andando no mato Valentin, de nacionalidade argentina, e mais um companheiro não identificado, ambos residentes em Santo Christo, município de Santo Ângelo. Inesperadamente os dois foram assaltados por um tigre pintado*. Valentim, que não trazia armas, foi trucidado pela fera. Seu companheiro, armado com um bom facão, desferiu com rapidez um certeiro golpe na cabeça do monstro, mas este, ao invés de cair estatelado no solo, ainda lhe mostrou uma dentadura alvíssima. Com grande rapidez e destreza, o pobre homem deitou sebo nas canelas, levando tudo por diante consigo, taquaras, cipós, pitingas, espinhos e todos esses pequenos ornamentos das nossa selvas.
Gravura - Reprodução da internet
Sabido o caso, reuniram-se 22 homens acompanhados de um exército de cães. Entraram no mato arrasando! Mas.. em poucas horas de combate, o célebre pintado abiscoitou todos os cães! Lá saíram os  22 homens sem o tigre e também sem nenhum dos seus cães.
Caça da Onça, Brasil (Chasse de l'Onze)
Maximilian Alexander Philipp zu Wied-Neuwied 
Brasil
Buch: "Reise nach Brasilien"
Gravura - Reprodução da internet
Os homens tiveram que contentar-se em enterrar o morto, que denotava ter tido suas artérias chupadas pela fera. Esta continuou a fazer tumulto durante os meses de junho, julho, agosto e setembro, terminando a campanha na semana finda (outubro de 1905) e pelo modo que segue:

João Pedro de Moura e sua mulher, que residiam no lugar denominado Serrinha, em Santo Christo, saíram a colheita de mel pelo mato levando dois cães de caça. Como demoram demasiadamente, os filhos menores, que ficaram sozinhos na habitação, comunicaram suas desconfianças a alguns vizinhos, que imediatamente saíram em busca do casal.
Gravura - Reprodução da internet
Então, os vizinhos encontraram numa clareira o terrível quadro que segue:
Aqui o corpo de João Pedro, completamente dilacerado pelas garras e dentes do tigre. Ao lado do pobre homem, estava deitada a fera com uma faca cravada atrás da paleta e suas patas inchadas pelas pancadas que o homem desferiu com um cacete de quatro quinas, que ali estava deitado todo ensanguentado. Logo adiante, jazia o corpo da infeliz mulher com a cabeça totalmente esmagada e um pouco adiante os dois cães também mortos.
A fera foi reconhecida como a autora da morte de Valentim, por ter uma extensa cicatriz na cabeça. Depois de achada morta entre as suas vítimas, a fera ainda recebe dois tiros, tal era o pânico que inspirava aos caçadores ali existentes.
Ainda se soube de três tigres mortos por diversos em Santa Rosa, na parte que limita com terras de Santo Christo. O penúltimo foi morto pelo velho caçador Joaquim Paulino. A fera deixou este homem velho lastimosamente arranhado, mordido nos braços, peitos e cabeça, sendo possível que fique com um braço direito inutilizado.
_________________________________________________________
Fonte do relato: Adaptação do relato documentado no Jornal a Federação - 1905 (Edição 259)

*Tigre pintado: pela descrição provavelmente trata-se de uma onça pintada.

Tem outras histórias para contar? Entre em contato. Caso você tenha qualquer colaboração, ela pode ser enviada para eduardodanielschneider@gmail.com ou pelo facebook (clique aqui). Seu nome será posto como colaborador ao fim da postagem. Fotos enviadas, caso usadas, serão referenciadas em seu nome.

quinta-feira, 11 de março de 2021

João Nicolau Birk e Catharina Schneider

João Nicolau Birk e Catharina Schneider
Foto reconstituída digitalmente por Eduardo Daniel Schneider
Foto original do arquivo de Leandro Lima Birck
Autor: Eduardo Daniel Schneider
Colaboradores: Leandro Lima Birck; Roberto Birck;  
O uso de qualquer parte desta pesquisa é autorizada, desde que seja referenciada! Valorize a minha pesquisa! Ainda em pesquisa. Última atualização: 11/03/2021

João Nicolau Birk nasceu em 5 de março de 1864 em Birkenthal, Morro Reuter/RS (na época era Picada Dois Irmãos/Baumschneiss) e é filho dos imigrantes alemães João Nicoláo (Jean Nicolas) Birck e Maria Staudt (clique aqui para ler mais). João casou com Catharina Schneider em 19 de outubro de 1876 em Picada Schneider, Presidente Lucena/RS (na época considerava-se parte de Picada Café, fazendo tudo parte de Ivoti/RS). Catharina Schneider nasceu em 15 de fevereiro de 1854 em Picada Schneider, Presidente Lucena/RS e é filha dos imigrantes alemães Pedro Schneider e Margarethe Kehl.
Registro católico de casamento de João e Catharina
"Brasil, Rio Grande do Sul, Registros da Igreja Católica, 1738-1952," 
 Ivoti > São Pedro Apóstolo > Matrimônios 1868, Nov-1936, Fev
 Paróquias Católicas, Rio Grande do Sul (Catholic Church parishes, Rio Grande do Sul).
O casal viveu em Picada Café/RS (clique aqui para ver a localização). Aproximadamente no ano de 1909 mudaram-se para a recém criada Colônia de Serro Azul, pertencente ao município de São Luiz Gonzaga/RS (atual município de Cerro Largo/RS). Mais especificadamente, estabeleceram-se onde hoje é a comunidade da Linha Tremônia, Cerro Largo/RS (clique para ver a localização).
João e Catarina tiveram os seguintes filhos*:
Registro católico de nascimento/batismo de Pedro Birck
"Brasil, Rio Grande do Sul, Registros da Igreja Católica, 1738-1952,"
 Ivoti > São Pedro Apóstolo > Batismos 1868, Set-1879, Nov
Paróquias Católicas, Rio Grande do Sul (Catholic Church parishes, Rio Grande do Sul).
- Nicolao Birck nascido em 7 de março de 1881 em Picada Café/RS;
Registro católico de nascimento/batismo de Nicolao Birck
"Brasil, Rio Grande do Sul, Registros da Igreja Católica, 1738-1952,"
Ivoti > São Pedro Apóstolo > Batismos 1880, Maio-1896, Abr
Paróquias Católicas, Rio Grande do Sul (Catholic Church parishes, Rio Grande do Sul).
- Leopoldo Birck nascido em 21 de março de 1883 em Picada Café/RS;
Registro católico de nascimento/batismo de Leopoldo Birck
"Brasil, Rio Grande do Sul, Registros da Igreja Católica, 1738-1952,"
Ivoti > São Pedro Apóstolo > Batismos 1880, Maio-1896, Abr
Paróquias Católicas, Rio Grande do Sul (Catholic Church parishes, Rio Grande do Sul).
- Albina Birck nascida em 19 de agosto de 1885 em Picada Café/RS;
Registro católico de nascimento/batismo de Albina Birck
"Brasil, Rio Grande do Sul, Registros da Igreja Católica, 1738-1952,"
Ivoti > São Pedro Apóstolo > Batismos 1880, Maio-1896, Abr
Paróquias Católicas, Rio Grande do Sul (Catholic Church parishes, Rio Grande do Sul).
- Albino Birck nascido em10 de setembro de 1887 em Picada Café/RS;
Registro católico de nascimento/batismo de Albino Birck
"Brasil, Rio Grande do Sul, Registros da Igreja Católica, 1738-1952,"
Ivoti > São Pedro Apóstolo > Batismos 1880, Maio-1896, Abr
Paróquias Católicas, Rio Grande do Sul (Catholic Church parishes, Rio Grande do Sul).
- Adelina Birck nascida em 17 abril de 1890 em Picada Café/RS;
Registro católico de nascimento/batismo de Adelina Birck
"Brasil, Rio Grande do Sul, Registros da Igreja Católica, 1738-1952,"
Ivoti > São Pedro Apóstolo > Batismos 1880, Maio-1896, Abr
Paróquias Católicas, Rio Grande do Sul (Catholic Church parishes, Rio Grande do Sul).
- Aloysius Birck nascido em 19 de junho de 1893 em Picada Café/RS;
Existe uma pequena confusão em seu nome. Ele se assinava Aloysius, foi batizado Luiz e nos documentos aparece como Aloisius e como Aloisio Birck;
Registro católico de nascimento/batismo de Aloisio Birck, o nome dele consta de forma equivocada como Luiz Birk.
"Brasil, Rio Grande do Sul, Registros da Igreja Católica, 1738-1952,"
Ivoti > São Pedro Apóstolo > Batismos 1880, Maio-1896, Abr
Paróquias Católicas, Rio Grande do Sul (Catholic Church parishes, Rio Grande do Sul).
- Fredolino Birck nascido em 16 de junho de 1896 em Picada Café/RS.
Registro católico de nascimento/batismo de Fridolino Birck.
"Brasil, Rio Grande do Sul, Registros da Igreja Católica, 1738-1952,"
Ivoti > São Pedro Apóstolo > Batismos 1880, Maio-1896, Abr
Paróquias Católicas, Rio Grande do Sul (Catholic Church parishes, Rio Grande do Sul).
João Nicolau Birk faleceu em 15 de dezembro de 1946 aos 92 anos de vida e sua esposa Catharina faleceu em 2 de março de 1942. Ambos faleceram e foram sepultados na Linha Tremônia, Cerro Largo/RS.
Sepultura de João Nicolau Birk
Foto: Roberto Birck

Sepultura de Catharina Birk (geboren Schneider)
Foto: Roberto Birck

Assinatura de João Nicolau Birk
_ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _
*OBS: João Nicolau Birk usava o sobrenome escrito "Birk" (veja a própria assinatura dele) e no batismo de seus filhos eles também foram denominados com o sobrenome "Birk". Depois os filhos e netos passaram a se assinar "Birck".

Fontes consultadas: Registro civil do município de Cerro Largo/RS; Registro da igreja católica de Ivoti/RS.

Caso você tenha qualquer colaboração, ela pode ser enviada para eduardodanielschneider@gmail.com ou pelo facebook. Seu nome será posto como colaborador ao fim da postagem. Fotos enviadas, caso usadas, serão referenciadas em seu nome.

Para essa publicação foi utilizado inúmeras horas de pesquisas em registros precários e escritos a mão e visita a cemitérios.
Valorize esse trabalho!

Pesquise sua ascendência!
https://eduardodanielschneider.blogspot.com/2019/06/como-pesquisar-sua-ascendencia.html

quarta-feira, 10 de março de 2021

Wilibaldo Birck e Anna Reckzieger

Autor: Eduardo Daniel Schneider
O uso de qualquer parte desta pesquisa é autorizada, desde que seja referenciada! Valorize a minha pesquisa! Ainda em pesquisa. Última atualização: 16/02/2021


Wilibaldo Birck nasceu em 23 de outubro de 1901 em Ivoti/RS e é filho de Pedro Birck e Fillipinna Lang (clique aqui para ler mais). Wilibaldo casou com Anna Reckziegel. Anna nasceu em 7 junho de 1903 em Lajeado/RS e é filha de Herrmann Reckziegel e Elisabeth Mallmann.
Wilibaldo e Anna tiveram os seguintes filhos:
 - Arno Wilibaldo Birck nascido em 22 de agosto de 1923 em Mato Queimado/RS;
- Anita Maria Birck nascida em 6 de fevereiro de 1926 em Mato Queimado/RS;
- Rudi Arlindo Birck nascido em 24 de maio de 1929 em Mato Queimado/RS;
- Amida Hilda Birck nascido em em Mato Queimado/RS;
- Nelci Cecilia Birck nascida em 11 de junho de 1935 em Mato Queimado/RS;
- Darci Olivia Birck nascida em 26 de janeiro de 1938 em Mato Queimado/RS;
- Eli Veronica Birck nascida em 23 de março de 1940 em Mato Queimado/RS;
- Harry Valter Birck nascido em em Mato Queimado/RS;
- Egon Osvaldo Birck nascido em em Mato Queimado/RS.


_ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _
Fontes consultadas: Registro civil dos municípios de Mato Queimado/RS.

Caso você tenha qualquer colaboração, ela pode ser enviada para eduardodanielschneider@gmail.com ou pelo facebook. Seu nome será posto como colaborador ao fim da postagem. Fotos enviadas, caso usadas, serão referenciadas em seu nome.

Para essa publicação foi utilizado inúmeras horas de pesquisas em registros precários e escritos a mão e visita a cemitérios.
Valorize esse trabalho!

Pesquise sua ascendência!
https://eduardodanielschneider.blogspot.com/2019/06/como-pesquisar-sua-ascendencia.html

domingo, 7 de março de 2021

Pedro Birck e Filipinna Lang

Família Birck
(ainda em identificação)
Arquivo de Leandro Lima Birck
Autor: Eduardo Daniel Schneider
Colaboradores: Leandro Lima Birck; Roberto Birck;
O uso de qualquer parte desta pesquisa é autorizada, desde que seja referenciada! Valorize a minha pesquisa! Ainda em pesquisa. Última atualização: 07/03/2021

Pedro Birck nasceu em 7 de julho de 1878 em Picada Café/RS e é filho de João Nicolau Birck e Catharina Schneider (clique aqui para ler mais). Pedro casou com Filippina Lang em 3 de julho de 1900 em Ivoti/RS. Fillipina nasceu em 9 de outubro de 1878 e é filha de Guilherme Lang e Fillippina Jung. 
Registro católico de casamento de Pedro e Fillippina
"Brasil, Rio Grande do Sul, Registros da Igreja Católica, 1738-1952,"
Ivoti > São Pedro Apóstolo > Matrimônios 1868, Nov-1936, Fev
 Paróquias Católicas, Rio Grande do Sul (Catholic Church parishes, Rio Grande do Sul).
Nos primeiros anos de casamento viveram na Linha Nova/RS (na época pertencente a São Sebastião do Caí/RS) e aproximadamente no ano de 1909 mudaram-se para a recém criada Colônia de Serro Azul, pertencente ao município de São Luiz Gonzaga/RS (atual município de Cerro Largo/RS). Mais especificadamente, estabeleceram-se onde hoje é a comunidade da Linha Tremônia, Cerro Largo/RS (clique para ver a localização).
Pedro e Fillipina tiveram 7 filhos:
Registro religioso de nascimento de Wilibaldo
"Brasil, Rio Grande do Sul, Registros da Igreja Católica, 1738-1952,"
 São José do Hortêncio > São João > Batismos 1872, Fev-1902, Mar
Paróquias Católicas, Rio Grande do Sul (Catholic Church parishes, Rio Grande do Sul).
- Lídia (Lydia) Birck nascida em 9 de maio de 1903 em Linha Nova/RS;
- Arthur Birck nascido em 2 de abril de 1905 em Linha Nova/RS;
- Leopoldo Alfred Birck nascido em 3 de abril de 1912 em Linha Tremônia, Cerro Largo/RS;
- Alois Raymundo Birck nascido em 23 de fevereiro de 1914 em Linha Tremônia, Cerro Largo/RS;
- Fridolino Olivio Birck nascido em 24 de julho de 1917 em Linha Tremônia, Cerro Largo/RS.
Irmãos Birck
Arquivo de Leandro Lima Birck
Pedro Birck faleceu em 9 de maio de 1943 em Cerro Largo/RS e Filipinna Lang faleceu em 13 de julho de 1944 em Cerro Largo/RS. Ambos foram sepultados n cemitério católico da comunidade da Linha Tremônia, Cerro Largo/RS (clique para ver a localização).
Sepulturas de Pedro Birck e Filipinna Lang
Foto: Roberto Birck
Sepultura de Filipinna Birck (geboren Lang)
Foto: Roberto Birck
Sepultura de Pedro Birck - detalhe
Foto: Roberto Birck
_ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _
Fontes consultadas: Registro civil dos municípios de Cerro Largo/RS;
Registro da igreja católica de Ivoti/RS.
Caso você tenha qualquer colaboração, ela pode ser enviada para eduardodanielschneider@gmail.com ou pelo facebook. Seu nome será posto como colaborador ao fim da postagem. Fotos enviadas, caso usadas, serão referenciadas em seu nome.

Para essa publicação foi utilizado inúmeras horas de pesquisas em registros precários e escritos a mão e visita a cemitérios.
Valorize esse trabalho!

Pesquise sua ascendência!

quinta-feira, 4 de março de 2021

Grupo Filhas de Maria de Santo Cristo/RS - 1952

Autor: Eduardo Daniel Schneider
Colaboradores: Jacinta Ruedell (descrição do início do grupo)
O uso de qualquer parte desta pesquisa é autorizada, desde que seja referenciada! Valorize a minha pesquisa! Ainda em pesquisa. Última atualização: 04/03/2021

O grupo Filhas de Maria de Santo Cristo/RS foi criado em 1931 pelo então pároco Padre Augusto Preussler. Além da orientação religiosa, as jovens recebiam dicas para a vida familiar. No início do ano de 1956 o grupo também formou um coral de vozes femininas, sob a regência do Padre Afonso Seger (clique aqui para ouvir). 
Os grupos das Filhas de Maria foi um sucesso em toda a região e no estado. Em 1948 foi realizado um encontro dos Grupos das Filhas de Maria da Diocese de Uruguaiana. Ele se realizou de 17 a 20 de dezembro de 1978 em Santo Ângelo/RS e contou com com representantes das Filhas de Maria das seguintes localidades: Uruguaiana, Santo Ângelo (sede do encontro), São Tiago, São Luiz Gonzaga, Santa Rosa, Santo Cristo, Cinquentenário, Tucunduva, São Paulo das Missões, Cerro Largo, Quaramano, Buricá e Campina (atual Campina das Missões). Também vieram representantes de São Gabriel e Rosário do Sul.

Foto do Grupo Filhas de Maria de Santo Cristo/RS - 1952

O ano da foto a seguir era aproximadamente 1952. O grupo Filhas de Maria fazia um das suas reuniões, desta vez para tirar uma foto. 

Foto do grupo das Filhas de Maria de Santo Cristo/RS - ano de 1952
Arquivo particular do autor

Foto enumerada

Detalhe da foto

Detalhe da foto


Algumas filhas de Maria identificadas:
15 - Lídia Leopoldina Bourcheitd (casada Steffen)
37 - Helga Maria Hammes (casada Spohr)
63 - Hilda Krein (casada Junges)
81 - Hilda Joner
92 - Maria de Lourdes Schommer

Você reconheceu alguém? deixe seu comentário ou entre em contato! Faça parte da reconstituição da história de Santo Cristo/RS.
_ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _
 
Caso você tenha qualquer colaboração, ela pode ser enviada para eduardodanielschneider@gmail.com ou pelo facebook. Seu nome será posto como colaborador ao fim da postagem. Fotos enviadas, caso usadas, serão referenciadas em seu nome.

Para essa publicação foi utilizado inúmeras horas de pesquisas em registros precários e escritos a mão e visita a cemitérios.
Valorize esse trabalho!

Pesquise sua ascendência!

Linus Reinoldo Mombach

Autor: Eduardo Daniel Schneider
O uso de qualquer parte desta pesquisa é autorizada, desde que seja referenciada! Valorize a minha pesquisa! Ainda em pesquisa. Última atualização: 16/02/2021

Linus Reinoldo Mombach nascido em 2 de abril de 1919 em Santo Cristo/RS e é filho de Jacob Mombach Filho e Bárbara Maria Lunkes (clique aqui para ler mais). Linus faleceu com menos de 1 ano de vida em 4 de agosto de 1919. Ele está sepultado no cemitério católico de Linha Dona Belinha, Santo Cristo/RS.
Todesanzeige de Linus Reinoldo Mombach
Acervo Benno Lermen
Instituto Anchietano de Pesquisas
Universidade do Vale do Rio dos Sinos - UNISINOS
Sepultura de Linus Reinoldo Mombach
Cemitério católico da Linha Dona Belinha, Santo Cristo/RS

_ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _
Fontes consultadas: Registro civil do município de Santo Cristo/RS.

Caso você tenha qualquer colaboração, ela pode ser enviada para eduardodanielschneider@gmail.com ou pelo facebook. Seu nome será posto como colaborador ao fim da postagem. Fotos enviadas, caso usadas, serão referenciadas em seu nome.

Para essa publicação foi utilizado inúmeras horas de pesquisas em registros precários e escritos a mão e visita a cemitérios.
Valorize esse trabalho!

Pesquise sua ascendência!

quarta-feira, 3 de março de 2021

Jacob Mombach Filho e Bárbara Maria Lunkes

Autor: Eduardo Daniel Schneider
O uso de qualquer parte desta pesquisa é autorizada, desde que seja referenciada! Valorize a minha pesquisa! Ainda em pesquisa. Última atualização: 04/03/2021

Jacob Mombach, nasceu em 10 de agosto de 1888 em Cafundó, Montenegro/RS e é filho de Jacob Mombach e Catharina Marmitt (clique aqui para ler mais). Casou pela igreja católica aproximadamente em 1916 com Barbara Maria Lunkes em Santo Cristo/RS e em 2 de janeiro de 1918 casaram pelo registro civil em Santo Cristo (livro de Ubiretama/RS). Bárbara Maria Lunkes nasceu em 1897 em Montenegro/RS e é filha de Pedro e Apolonia Lunkes.
Assinaturas de Jacob Mombach Filho e Bárbara Maria Lunkes
Jacob Mombach Filho e Bárbara Maria Lunkes tiveram 4 filhos:
- Evald Aloísio Mombach nascido em 12 de fevereiro de 1917 em Santo Cristo/RS;
- Ervino João Mombach nascido em 15 de fevereiro de 1921 em Santo Cristo/RS;
- Maria Cyrilla Mombach nascida em Santo Cristo/RS.

Jacob Mombach Filho faleceu em 21 de maio de 1975 e Bárbara Maria Lunkes faleceu em 30 de março de 1918. Ambos faleceram e estão sepultados no cemitério de Linha Dona Belinha, Santo Cristo/RS.

Lápide original da sepultura de Jacob Mombach (Filho) e sua esposa
Cemitério católico de Dona Belinha Santo Cristo/RS
Fonte: Arquivo Pessoal de Eduardo Daniel Schneider

_ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _
Fontes consultadas: Registro civil dos municípios de Montenegro/RS, Brochier/RS, Maratá/RS, Santo Cristo/RS, Ubiretama/RS.

Caso você tenha qualquer colaboração, ela pode ser enviada para eduardodanielschneider@gmail.com ou pelo facebook. Seu nome será posto como colaborador ao fim da postagem. Fotos enviadas, caso usadas, serão referenciadas em seu nome.

Para essa publicação foi utilizado inúmeras horas de pesquisas em registros precários e escritos a mão e visita a cemitérios.

Valorize esse trabalho!

Pesquise sua ascendência!
https://eduardodanielschneider.blogspot.com/2019/06/como-pesquisar-sua-ascendencia.html